O ex-governador Ricardo Coutinho é, na plenitude, o que poderíamos chamar de um ´animal político´.

Dito de outra maneira: é um exímio ideólogo, que se guia, invariavelmente, por suas crenças, intuições, instintos e intenções.

Ele deu outra demonstração esta semana, ao açoitar novamente pela mídia o seu sucessor, ex-secretário e ex-correligionário João Lins Azevedo Filho.

A contenda entre eles, para uma parte expressiva da oposição estadual – e parte da mídia especializada -, se constitui numa ´briga de fachada´ (fake News, na expressão da moda), que teria por finalidade neutralizar a visibilidade de seus adversários.

Os trechos acima são da coluna Aparte, edição desta quarta-feira, assinada no paraibaonline pelo jornalista Arimatéa Souza.

A Coluna resume a troca de farpas entre essas duas lideranças nas últimas horas.

Se ainda não leu, aproveite e leia agora, na íntegra:

A gota d´água