Solenidade aconteceu durante sessão extraordinária, após a chefe do Executivo, Márcia Lucena ter o mandado de prisão expedido no âmbito da sétima fase da Operação Calvário

O presidente da Câmara de Conde, Carlos Manga Rosa, tomou posse como prefeito da cidade, nesta quarta-feira (18). A solenidade aconteceu durante sessão extraordinária, após a chefe do Executivo eleita, Márcia Lucena (PSB) ter o mandado de prisão expedido no âmbito da sétima fase da Operação Calvário, intitulada Juízo Final, deflagrada na terça-feira (17).

Manga Rosa expressou seus agradecimentos durante o discurso de posse e afirmou que dará continuidade as obras que estão em andamento na cidade, tendo o apoio dos vereadores da Câmara.

“Agradeço a Deus primeiramente, a minha família e esposa e a todos presentes. O momento é de festa, não gostaria, mas temos que ter esforço e compromisso. Peço a todos da prefeitura que nós possamos nos unir para que possa fazer aliança em favor do povo de Conde. Esse esforço vai ter que vir de todos. Esse é um momento novo, não só para a cidade, mas para mim. Vou ter que aprender com vocês e fazer o melhor para o povo. Faremos ajustes e peço a compreensão de todos para poder fazer o melhor para o povo de Conde, que nos elegeu, hoje sou empregado do povo. Quero reconhecer a ajuda de todos os vereadores, sem o esforço deles eu não conseguiria fazer o que fiz esse ano. Teremos daqui para a frente esse compromisso e sensibilidade. Vamos dar continuidade a tudo que está em curso. Obrigado e que Deus abençoe a todos”, agradeceu.

Os vereadores da Câmara Municipal de Conde também comentaram durante a posse de Carlos Manga Rosa.

“Os dias de ontem e hoje vão entrar para a história de Conde. Uma vez tentaram me crucificar. Esse povo que caminha ao lado, não todos, só sabem atirar pedras e só defende o que é conveniente. Tenho certeza que vossa excelência irá fazer o correto”, afirmou Malba de Jacumã.

“Hoje não é um dia de alegria, porém é um dia de justiça. A justiça é para todos. Espero que ela cumpra seu papel, garantindo a defesa, mas fazendo justiça, se isso tudo for comprovado. Não cabe a está Casa julgar, está explícito em toda a sociedade e sou solidário a família. A obrigação nos traz aqui, porque o nosso povo não pode sofrer, não pode perder seus serviços. Estamos aqui para garantir a ordem e a continuidade dos trabalhos e que tudo ocorra bem. Que vossa excelência conduza com maestria”, comentou Daniel Júnior.

“Foi aqui que o povo me elegeu para falar e ser defensor da população e tenho a responsabilidade de falar para todos que é um momento difícil, mas tem de responsabilidade. Tenho certeza que teremos isso no município, que é de assumir o destino de nossa cidade e dar continuidade ao nosso município que está parado. Vamos continuar porque o nosso povo precisa da gente”, destacou Luzimar Nunes.

“Não posso deixar de falar das mudanças que o PSB trouxe em todo o Estado da Paraíba e em especial dentro do Conde. O Conde não está parado, acredito que o vereador Luzimar quis se referir de ontem para hoje. O Conde teve várias mudaças que nunca teve, não temos nenhuma obra paralisada, não tem hoje nenhum servidor com salário atrasado, todos estão em dia”, lembrou Aleksandro Pessoa.