O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Justiça Cumulativa de Cajazeiras, abriu inquérito para investigar o prefeito e o secretário de Finanças do município de Bom Jesus, no Sertão paraibano, por suspeita da utilização da conta bancária de terceiros para o pagamento de servidores.

De acordo com a promotora Sarah Araújo Viana de Lucena, José Etiene de Oliveira, secretário de Finanças de Bom Jesus, teria utilizado a conta bancária de sua esposa para receber os vencimentos e utilizou do mesmo expediente para pagar o ex-servidor Nildemberg Meireles Segundo.

O prefeito do município, Roberto Bandeira de Melo, e o secretário poderão responder por crime de improbidade administrativa caso o Ministério Público dê provimento à ação.

Confira o despacho de instauração do inquérito: