De acordo com Roberto Magliano, presidente do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), o relatório do caso Keliane – morta após suposto erro médico – deve ser concluído após cumprimento do pedido de prorrogação realizado pela instituição.

Um novo prazo, de 10 dias, foi solicitado pelo sindicante. Com isso, a conclusão deve ser divulgada até o fim do mês.

A morte de Keliane Neri do Nascimento, de 28 anos, foi confirmada no dia 25 de dezembro, após ela sofrer uma parada cardiorrespiratória. Keliane estava internada no Instituto Cândida Vargas (ICV) depois de um suposto erro médico durante um parto.

Antes da parada, a Secretaria Municipal de Saúde havia confirmado a morte cerebral da paciente.

Ela sentiu fortes dores na barriga e febres meses após o parto realizado dia 11 de setembro. De acordo com a família da jovem, materiais cirúrgicos foram esquecidos dentro da paciente durante o parto cesariano na maternidade.

Leia mais: Beto Barbosa explica motivos do mal estar e diz que gostaria de morrer durante um show

Siga nosso Instagram e Facebook e fique bem informado! 

Adicione o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.