O Governo do Estado vai assumir a partir desta quinta-feira (16) a administração da Maternidade Peregrino Filho, que fica no município de Patos, Sertão do estado, a 317 quilômetros de João Pessoa.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, os trabalhadores que possuíam vínculo por meio de CLT receberão todos os seus direitos trabalhistas logo após homologação da rescisão.

Ainda na quinta, a Secretaria iniciará o processo de assinatura de contratos temporários por excepcional interesse público, como foi acordado com o Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB), até que seja aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) a Fundação PB Saúde, que fará a gestão desta e outras unidades hospitalares e contratará os profissionais, no regime CLT, após seleção.