O governador João Azevêdo participou, nesta quarta-feira (25), por videoconferência, de reunião do Fórum de Governadores do Brasil, ocasião em que os gestores discutiram ações de enfrentamento do coronavírus.

Durante a reunião, o chefe do Executivo paraibano defendeu a necessidade de se cobrar do Ministério da Saúde o envio de insumos e equipamentos necessários à proteção dos profissionais de saúde e solicitou a instituição da renda básica da cidadania para atender os profissionais autônomos neste momento. 
 
“A questão da renda mínima já está inclusa na Carta dos Governadores que entregamos no dia 17 de março. O governo federal precisa se ater a isso e dar uma atenção especial porque ela atende aos trabalhadores autônomos estão sofrendo na sua renda”, pontuou. 
 
Ele pediu também que os Estados com ratings A e B, a exemplo da Paraíba, possam ser contemplados no Plano Mansueto e autorizados a contrair empréstimos para promover investimentos em saúde.