Texto determina que a caixa de armazenamento do produto deverá ser higienizada antes e depois da entrega em domicílio

O governador João Azevedo (Cidadania) sancionou uma Lei que institui medidas sanitárias para restaurantes, bares, lanchonetes e demais estabelecimentos comerciais, que prestam serviço de entrega (delivery) durante decretação de estado de calamidade pública na Paraíba, em decorrência de epidemias, endemias e pandemias.

A Lei obriga, enquanto vigorar o estado de calamidade pública no estado, os estabelecimentos que realizarem serviços de entrega, a adotarem diretrizes sanitárias, como por exemplo, fornecer aos entregadores materiais de proteção individual (EPIs), ou seja, máscaras, luvas, além de insumos para esterilização.

O texto determina ainda que a caixa de armazenamento do produto a ser entregue deverá ser higienizada antes e depois da entrega em domicílio. Para o caso de restaurantes, bares e lanchonetes, os EPIs devem ser entregues a todos os funcionários, que irão atuar diretamente com a manipulação de alimentos.