O procurador Geral de Justiça da Paraíba, Francisco Seráphico da Nóbrega, estava numa reunião com todos os procuradores de Justiça do Ministério Público do país, nesta sexta-feira (24), quando o ex-juiz Sérgio Moro oficializou a saída do Governo Federal.

Em entrevista à reportagem do Arapuan Verdade, da rádio Arapuan FM, ele reconheceu o trabalho de Sérgio Moro enquanto ministro e reforçou a necessidade de preservação de autonomia das instituições de investigação do país.  “Por todas as suas ações, prestigiando o Ministério Público brasileiro enquanto instituição e vemos, por óbvio a necessidade de preservação da Polícia Federal e de todas as instituições públicas”, disse.

Francisco Seráphico assinou uma nota do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público do Estados e da União, em que “reconhece à nação” os esforços de Sérgio Moro à frente do Ministério da Justiça no sentido de fortalecer e prestigiar o Ministério Público.